Final de semana é dia de Brunch!

Cultura Norte-Americana

Um dos desafios de ser um intercambista é entender e se acostumar com uma cultura diferente da sua. E isso incluí – em muito – mudar os hábitos alimentares. Mas não apenas o que comer, mas também a que horas, onde e como comer. Nos Estados Unidos não é diferente.

Chegando aqui tive que me acostumar com algo super importante da cultura deles… o tal do brunch!

Mas afinal, o que é o brunch?

‘Brunch’ é a junção de duas palavras: breakfast (café-da-manhã) e lunch (almoço). Muita gente se dá ao luxo de, nos finais de semana, acordar um pouquinho mais tarde do que durante a semana. Aí acaba ficando meio tarde para tomar um café da manhã ou cedo para almoçar (ou mesmo você ainda não está com AQUELA fome de comer uma feijoada por que acabou de acordar). O brunch entra como a combinação perfeita entre café-da-manhã e almoço, quase que como um café mais reforçado e com umas diferenças no cardápio.

cafe-da-manha

Tipicamente o brunch acontece entre as 11 da manhã às 2 horas da tarde, perto do almoço, mas ainda um pouquinho antes. Porém, diversos restaurantes ainda estendem esse período até as 3:30 ou 4 da tarde. É comum tanto fazer brunch em casa mesmo ou sair para um restaurante que, durante esse período, oferece um cardápio especial. Os restaurantes, no entanto, muitas vezes também mantém o cardápio normal de almoço para quem quiser escapar o “brunch”.

Mas como uma das melhores coisas de ser intercambista é poder experienciar o diferente, eu entrei totalmente na onda do brunch e hoje, não almoço mais nos meus finais de semana, apenas “bruncho”.

E qual é o cardápio do brunch?

Bom… o cardápio do brunch é, na verdade, o que os brasileiros costumam achar que é o café da manhã dos americanos… Explico: sabem quando nos filmes mostra uma família tomando aquele café da manhã reforçado com panquecas, ovos mexidos, bacon e muitas frutas? Isso, na verdade, é o brunch! Alguns americanos fazem sim panquecas para o café da manhã mas, na maioria das vezes, na correria do dia a dia, o que eles normalmente consomem é algo bem simples como cereais, café com leite, pão e suco.

No brunch em si o cardápio acaba sendo mais reforçado, com uma seleção maior de tipos de ovos mexidos e omeletes, panquecas com geléia ou xarope de maple, waffles, muffins, quiches, tortas salgadas e doces e muitas frutas.

Outra coisa que eu ADORO do Brunch são as bebidas: chá – quando você pede, o garçom traz uma caixa com diversos sachês de chá para você escolher os seus favoritos, café americano (que não é bom quanto o brasileiro, mas dá para dar uma acordada) e MIMOSA. Mimosa nada mais é do que suco de laranja com champagne! Sim, super chique e fino para começar bem o final de semana!

Como eu não sou uma “morning person” (pessoa que gosta de acordar cedo), nos finais da semana, o brunch acabou sendo uma transição super natural e bem mais leve já que eu não fico morreeeeendo de fome até comer a feijoada do domingo e depois querendo dormir durante todo o resto do dia. Hahahahaha.

Seja em intercâmbio ou mesmo em uma viagem, aproveite os finais de semana para provar o “brunch”. Se quiser posso até mesmo dar uma das minhas receitas de panqueca para fazer um brunch em casa e entrar no estilo americano! Mas isso já é assunto para um próximo post…

Esse dia eu fui no Serafina, que aliás é super famosinho entre os brasileiros que vão para NY, mas eu não acho nada demais não. Tem MUITOS lugares para brunch muito melhores e eu vou preparar uma lista para vocês!

(Post originalmente publicado por mim no blog Embaixador STB)

1 Comment Write a comment

Designer interativa, publicitária por formação e jornalista por vocação, Bruna Calheiros mudou para Nova York para fazer seu mestrado em Interactive Telecommunication pela Universidade de Nova York (Tisch-NYU). Hoje trabalha como UX Designer na Estée Lauder e sua paixão é viajar pelo mundo nas horas vagas.

1 Comment

  • Helena January 26, 2016

    Oi Bruna. Os brunchs são tipo tudo a um preço fechado? Ou vc vai escolhendo o que comer…tipo, quero 2 panquecas, 2 ovos, e etc?

Leave a Reply

Web Analytics