Guia de Montauk, Hamptons: Lugares, Restaurantes, Baladinhas & Praia

Comer & Beber The Hamptons Verão

O verão só está começando, mas a temporada de praia nos Hamptons já está pegando fogo. Fui para Montauk com algumas amigas agora em Junho e já não vejo a hora de voltar. Escrevi o primeiro post aqui com o esquema para como chegar e opções de hospedagem.

 

Agora é a hora do que realmente interessa: lugares, restaurantes, drinks e baladinhas para curtir muito intensamente. Vou focar prioritariamente em Montauk, mas tem vários outros lugares ótimos em outras praias também.

 

Brunch

 

É essencial começar o dia com aquele café-da-manhã super reforçado para não passar fome na praia. Muita responsabilidade na escolha de onde comer a “refeição mais importante”.

Depois de pegar uma listinha de recomendações com múltiplas pessoas locais e analisar as reviews no Yelp e Foursquare, decidimos checar o Bird in the Roof.

 

E wow! A lista de especiais do dia era infinita e maravilhosa, passei uns 20 minutos montando uma tabela com os prós e contras de cada prato até decidir. Uma cozinha bem caseira, mas com toques criativos. Depois já aproveitei para fazer umas comprinhas na loja adjacente ao restaurante.

Outro lugar bacana para brunch é o Naturally Good Foods. Não é bem um restaurante, é quase como um mercadinho com um menu super incrível e mega saudável. Tem diversas mesinhas na área de trás e o bom é que não se perde tanto tempo para almoçar.

 

Tem ovos, sanduíche de queijo grelhado, panquecas, saladas, sanduíches, yogurts e muito mais. Os smoothies são maravilhosos. O suco de cenoura é estupendo e já vai dando aquela ajuda para o bronzeado. É bom também aproveitar para já comprar algumas frutinhas para comer mais tarde na praia, já que, diferentemente do Brasil, não existe NADA para comprar na praia.

Praia

 

Leve tudo o que você vai precisar já que, como disse anteriormente, não tem nada à venda na praia. Nem sanduíche natural. Se você não gosta de sentar em canga e prefere uma cadeira-de-praia, vários hotéis alugam (então fale com seu concierge) e também existe um serviço local que faz entrega (mas eles são bem devagar).

Minha listinha do que levar: canga, protetor e bronzeador, água, livro, caixinha de som e celular (óbvi), óculos de Sol, frutas ou outros snacks, moletom (confia e vai na minha!), bebidas alcoólicas (não é permitido, mas todo mundo leva, só fica esperto), jogos de praia.

 

Ah, e prepare-se para testemunhar a água mais gelada da sua vida. Titanic-gelada.

Restaurantes

 

Existem várias opções de restaurantes e lanchonetes bacaninhas. Para se sentir na praia, nada como um lobster roll no pier do Duryea’s Lobster Deck & Seafood Market. O lobster roll (ou “sanduíche de lagosta”) aliás é um das pedidas favoritas da praia.

 

Tacos, guacamole, margaritas e faça uma parada rápida no Tacombi. Visite o Tauk at Trails End e se prepare pra um banquete de frutos do mar, mesinhas ao ar livre e banda ao vivo. E para um jantar com vista romântica do por do Sol, Montauket.

 

Drinks

 

Antes de qualquer lugar, dê uma passadinha na Montauk Brewing Company e experimente um sampler das cervejas. A cerveja Montauk é leve e perfeita para o verão. A cervejaria, que começou como uma micro-Brewery nos Hamptons, já invadiu Manhattan e você pode encontrá-la em diversos bares na ilha.

Vale conhecer também o Surf Lodge (mesmo eles sendo bem-bem chatos na hora de entrar), pegar um rose, curtir uma música boa, gente bonita e agradecer à vida, enquanto aprecia o por do Sol.

 

De sexta à domingo no Surf Lodge acontecem diversos shows gratuitos super bacanas (veja o calendário de shows). Aconselho fazer uma reserva no restaurante, pegar um jantar levinho e depois curtir uma música e drinks.

Outro esquema bem diferente do Surf Lodge, mas ainda super animado é curtir os bares do centrinho de Montauk. Esse aliás é rolê mais indicado pelos locais.

 

Peça uma bebida em cada um e vá parando de bar em bar e escolha seu favorito. Para um bar mais relax, visite o 668 The Gig Shack. Música ao vivo e DJ no Shagwong. Festa animada no The Point. E dizem as más línguas, que sua noite vai ser incrível se terminar no Liar’s Saloon.

No Comments Write a comment

Designer interativa, publicitária por formação e jornalista por vocação, Bruna Calheiros mudou para Nova York para fazer seu mestrado em Interactive Telecommunication pela Universidade de Nova York (Tisch-NYU). Hoje trabalha como UX Designer na Estée Lauder e sua paixão é viajar pelo mundo nas horas vagas.

No Comments

Leave a Reply

Web Analytics